02 outubro 2017

[Resenha] Amante Sombrio - Por J.R Ward



Título: Amante sombrio
[Irmandade da adaga negra #1]
Autor (a): J.R Ward
Páginas: 448
Editora: Universo dos livros
Skoob || Goodreads
Compre: Amazon || Submarino || Americanas

Sinopse: Uma Irmandade secreta, formada pelos seis vampiros mais fortes e poderosos defensores de sua raça está em ação em Caldwell, Nova York. E nenhum deles deseja a aniquilação de seus inimigos mais que Wrath, o líder da Irmandade da Adaga Negra.
Wrath é o vampiro de raça mais pura e ao perder um de seus mais fiéis guerreiros, que deixou órfã uma jovem mestiça (filha de pai vampiro e mãe humana) ignorante de sua herança e destino, não terá outra saída senão cuidar da bela garota e levá-la para outro mundo.
Ela, Beth Randall, vê-se impotente em tentar resistir aos avanços desse desconhecido, incrivelmente atraente e sensual, que a visita durante a noite, envolto em sombras. As histórias dele sobre a Irmandade e o mundo dos vampiros a aterrorizam e fascinam. Seu simples toque faísca, um fogo que pode acabar consumindo a ambos.

A Irmandade da Adaga Negra é composta por seis vampiros guerreiros que tem a missão de proteger sua espécie dos caça vampiros mais conhecidos como "redutores" que nada mais são do que humanos sem almas. É uma batalha que já dura séculos. Um dos integrantes da irmandade é o Wrath o único vampiro de origem pura que ainda existe sem mistura de sangue e que por isso é o mais forte e o rei da sua espécie porém ele não se sente satisfeito com sua posição e se esconde dentro de si mesmo para não ter que encarar seu passado sombrio e enfrentar a sua missão de subir ao trono e liderar sua raça.

" Wrath era uma corrente de fúria em assuntos de vingança, e caçava a seus inimigos com uma obsessão que raiava a demência. Era o último de sua estirpe, o único vampiro de sangue puro que restava sobre o planeta, e embora sua raça o venerasse como a um rei, ele desprezava sua condição."

A vida de Wrath esta prestes a mudar quando ele recebe um último pedido do seu amigo Darias que é encontrar sua filha e ajudá-la a passar pelo seu período de transição.  Acontece que Beth é uma mestiça meio humana , meio vampira e esta prestes a se transformar e ainda não sabe nada sobre sua verdadeira origem.  Ele fica tentando recusar o pedido, mas, por honra, acaba resolvendo ajudá-la, mas não contava que ela viraria seu mundo de cabeça para baixo quando a vê pela primeira vez e uma onda avassaladora de desejo e luxúria surge entre eles imediatamente.  Algo que nenhum dos dois ainda tinham sentido e  vão ter que aprender a lidar com isso e descobrir o que de fato estão sentindo um pelo outro.

"Seus olhos tinham a cor mais extraordinária que já vira. Um verde claro luminescente, tão claro que era quase branco. Emoldurado por umas grossas e escuras pestanas, brilhavam como se houvesse uma luz acesa no interior de seu crânio.
Então, reparou em suas pupilas. Não eram normais. Dois pontinhos negros minúsculos e desfocados.
Acariciou seu rosto.
- Seus olhos são bonitos."

E no meio desse romance ainda vamos acompanhar um pouco da personalidade dos outros membros da Irmandade,  a guerra entre vampiros e redutores e a investigação policial de alguns assassinatos para lá de suspeitos que estão acontecendo na cidade. Quem esta por trás de tudo?

Eu achei que por se tratar do primeiro livro e ele ser bem introdutório para que você passe a entender melhor como o universo criado pela autora funciona ele ficou simplesmente sensacional sem excesso de descrição  como costumam ter os livros do gênero e o enredo foi sendo inserido aos pouquinhos de forma que a leitura se tornou leve e fluida de tão gostosa. Não dava vontade de parar de ler por sequer um minuto. O foco dele além da introdução claro foi no romance entre Wrath e Beth e que  romance viu?! Daqueles de causar suspiro.

Não é surpresa para ninguém que eu sou totalmente fascinada por vampiros mas que já fazia um bom tempo que eu não encontrava uma história que me agradasse tanto pois confesso que eu estava meio saturada dos romances juvenis sobre vampiro. Aqui a autora soube explorar bem o lado adulto do enredo com um Hot na medida certa e que nos faz suspirar entre as páginas. Gente Wrath quase virou meu crus literário só não virou de vez porque estou aguardando conhecer os outros membros da Irmandade melhor. Rsrs.

Como eu li em e-book não posso falar da diagramação mas posso comentar da capa que não me agradou muito acho que por ser muito parecida com tantas outras capas por ai que tenha vampiro no enredo e com esse fundo vermelho. Mas o que importa não é a capa e sim o livro maravilhoso que existe por dentro. Eu me arrependi de não ter começado a série antes e vai por mim leiam pois tenho certeza que vão se apaixonar perdidamente como eu.

Eu super recomendo esse livro para quem gosta de fantasia,  vampiros, uma pegada Hot e um romance avassalador. Essa leitura é mais do que indicada!  Logo volto para contar o que achei dos próximos volumes!

14 comentários:

  1. Tentei ler este livro duas vezes e não funcionou para mim. Não sei se é porque a mitologia de vampiros não me convence ou porque as partes sensuais eram muito forçadas, mas o livro não fluiu e eu abandonei.
    Que bom que você gostou e espero que todos os outros livros da serie te agradem também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oii, adoro IAN. O rei é demais, li esse livro há alguns anos e venho acompanhando. Espero que vc goste de todos assim como eu. Bjs Tell me a Book

    ResponderExcluir
  3. Oi. :)
    Uma das minhas séries preferidas, IAN é simplesmente espetacular!
    Tenho um amor tão grande por esses vampiros e suas Shellans, que é difícil não ficar apaixonada e virar fã assumida.
    Adorei sua resenha, parabéns.
    Infelizmente eu parei no livro 10, mas nessas férias pretendo continuar a série, pq preciso ler O Rei. <3
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!
    Ai IAN é maravilhooooooooso! :3 Esse primeiro livro cumpre realmente muito bem o seu papel de introdução ao mundo da Irmandade e ainda nos faz nos apaixonar por esses vampiros grandões <3 Preciso por em dia a leitura da série, mas farei isso nas férias haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Essa capa realmente não chama muita atenção não é mesmo? Ela foi um dos motivos de nunca ter me interessado por esse livro. Outro motivo foi estar saturada por histórias de vampiro. Depois de Crepúsculo, The vampire diaries e House of night eu pensei: Já chega. rs Entretanto, curti muito essa premissa de romance adulto de vampiros e com certeza vou dar uma chance a leitura. Adorei sua resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu não tenho interesse nessa série porque dizem que a parte erótica é forçada demais. Que bom que não tem excesso de descrição nem nada, eu curto histórias mais dinâmicas. E acho que não leria porque fiquei saturada de vampiros... li muito livro com a temática na época de crepúsculo! Hahahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?

    Eu adorei esse livro também. Ele e dois próximos são incríveis! Eu também estava um pouco saturada de históricas sobrenaturais com vampiros quando encontrei essa série e me apaixonei! Vendo quantos livros foram publicados e como as pessoas imploram por continuações, dá pra ver o sucesso estrondoso que se faz.
    Realmente ela sabe construir um romance hot com vampiros e eu fico abismada em como os personagens masculinos são bons. Não que os femininos fiquem para trás, já que eu fico impressionada sobre quão fortes elas também são ;)
    Vale a pena continuar lendo e acredito que, se você for como eu, vai se apaixonar pelo Rhage e Zsadist (para mim eles conseguem ser melhores que o Wraith). Espero que você continue lendo e goste <3

    Obrigada pela dica, mesmo assim, sua resenha ficou ótima ;)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Eu sou doida para começar essa série, confesso que já tentei, mas na época não foi para frente por motivos de não lembro, mas a vontade sempre está presente e sua resenha serviu para reacender essa chama em mim, gostei muito da sua opinião e pretendo ler pelo menos o primeiro começo do ano que vem.


    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu sou APAIXONADA nessa série! Wrath é maravilhoso e eu sou igual a você, fascinada por vampiros ahha. Adorei o seu post PS A capa também não me agrada muito, mas a história é ♥

    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Esta saga não me chama atenção primeiro por ter esta questão de vampiros, apesar de eu gostar bastante sabe, mas acho que é um pouco grande e eu não gostaria de ler muita coisa sobre depois de Crepúsculo, então não me chama muito e ainda mais as capas. Adoro capas mais elaboradas.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gostei muito da resenha, mas eu não leria a saga pelo fato de já estar um pouco saturada de vampiros e por ser uma série muito grande e estou fugindo de séries assim, mas fico feliz que tenha gostado da obra.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  12. Ai Wrath <3 Meu marido literário
    Eu amo essa série, esse livro definitivamente me conquistou quando iniciei na escrita da Ward, se vc já amou esse pode preparar seu coração (e bolso) para os próximos que só ficam melhores

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Amo essa série! De paixão! É o tipo de série que abrange um grande grupo de admiradores por ter um pouco de tudo. Recentemente, eu li O Rei — acho que é 12º volume da série — e amei, além disso é sobre o Wrath também, porque ele é tão amazing que foi preciso dois livros só para falar dele hahaha. Espero que continue a ler a série, muita coisa ainda está por vir.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu não gosto de livros de vampiros juvenis, porque sai muito do que eu acredito que seja um vampiro, entende? hahaha. Acho legal quando o primeiro livro de uma série não é cheio de descrições, porque a história se torna muito pesada e cansativa. Isso aconteceu no primeiro livro de Instrumentos Mortais, onde a história é muito introdutória e acaba ficando chato e eu juro que quase abandonei o livro. Eu não sei se leria essa história, mas se tiver a oportunidade, quem sabe? Ps: eu também não gostei da capa, concordo com você, muito igual as capas do gênero!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir