11 setembro 2017

[Resenha] Levana: A rainha mais bela - Por Marissa Meyer



Título: Levana
[Crônicas lunares #3.5]
Autor (a): Marissa Meyer
Páginas: 256
Editora: Rocco
Skoob || Goodreads
Compre: Amazon || Saraiva || Submarino

Sinopse: Quem é a verdadeira mulher por trás da fascinante vilã que perpassa as histórias de Cinder, Scarlet, Cress e Winter? Neste spin-off da série de contos de fadas futuristas Crônicas Lunares, a autora Marissa Meyer revela o passado e as motivações de Levana, a cruel rainha que sonha em governar o povo de Luna. Filha mais nova ofuscada pelo brilho e charme da verdadeira herdeira do trono, sua irmã Channary, Levana teve o rosto desfigurado por queimaduras na infância e aprendeu a se camuflar, manipulando todos a sua volta com uma beleza fictícia. Assim, conquistou à força o amor de Evret Hayle, por quem sempre foi apaixonada, tornando-se madrasta de Winter quando ele perdeu a esposa no parto da filha. E seu próximo passo é tomar o trono definitivamente.

Resenhas anteriores:
Crônicas lunares #1 - Cinder
Crônicas lunares #2 - Scarlet
Crônicas lunares #3 - Cress
Crônicas lunares #4 - Winter


Em as Crônicas lunares conhecemos Levana e toda sua maldade mascarada com a beleza do glamour. Aqui, voltamos a idade dela de 16 anos, mais precisamente no dia do velório dos pais após terem sido assassinados por cascudos. Channary será coroada rainha de Luna, e, a única coisa em que Levana consegue pensar é no quanto seria uma rainha melhor. Mesmo com pouca idade, ela se interessa por política, projetos científicos, relações e o bem estar do seu povo. Enquanto Channary só deseja ter mais momentos de festas e romances clandestinos.

"Ela estava deitada em uma pira ardente, com carvões em brasa sob as costas. Fagulhas brancas voavam na frente dos olhos, mas a misericórdia da inconsciência não vinha. A garganta estava rouca de tanto gritar. O cheiro da carne queimando invadia suas narinas. A fumaça fazia seus olhos arderem. Bolhas surgiam por toda a pele, e pedaços inteiros caíam, revelando carne viva embaixo."

Channary sempre foi a irmã bonita e divertida, ela por outro lado, é conhecida como a princesa desfigurada, isso devido a sua própria irmã tê-la obrigado a entrar dentro do fogo ainda quando criança. Devido a isso, Levana sempre usou glamour a todo instante manipulando todos ao seu redor. Seus dias se resumem a estar a sombra da irmã, e também, em admirar secretamente Evret Hayle, guarda do castelo que sempre a tratou com gentileza conquistando seu coração. Porém, Evret é casado e sua esposa está grávida da primeira filha deles, deixando Levana sem nenhuma esperança de um dia ter seus sentimentos retribuídos.

"– Vossa Alteza, acredito que não conheça a minha esposa. Vossa Alteza Real, princesa Levana Blackburn, esta é Solstice Hayle. Sol, esta é Sua Alteza encantadora, a princesa Levana."

As coisas mudam quando a esposa de Evret morre no parto de Winter, imediatamente Levana encara isso como destino. Eles foram destinados a ficarem juntos, e através da manipulação, fez Evret achar que estava apaixonado por ela, no entanto, nos momentos em que não estavam juntos ele reconhecia que estava sendo manipulado, e por várias vezes, tentou escapar das garras da princesa, em seu coração, seu único e verdadeiro amor sempre será sua amada Sol.

"A esposa dele estava morrendo.
Ele ficaria sozinho.
Levana sabia que era muito errado pensar isso, mas não conseguia ignorar totalmente a fagulha que brilhou em seu peito.
Era o destino.
Era para ser."

Completamente obcecada em ter Evret como seu marido, Levana chega aos extremos deixando-o sem saída. Em pouco tempo os dois estavam casados. Com o tempo Levana percebeu que Evret amava Winter com todo seu coração, e a menina cada vez mais parecia-se com a mãe. Levana precisava dar um filho para Evret, um que fizesse ele esquecer de Winter e sua antiga vida, porém, por mais que tentasse, Levana não engravidava. Todas as mulheres ao seu redor conseguiam seus herdeiros, até mesmo sua irmã Channary engravidou deixando-a frustrada, pois, se ainda tivesse alguma pretensão de um dia ser rainha, com a chegada de Selene, herdeira de Luna, se tornaram inexistentes. Mas algo inesperado acontece, Channary é acometida por uma doença após o nascimento de Selene, e pouco tempo depois morre.

"[...] Levana não estava só tentando substituir a esposa morta de Evret, ela ia lhe mostrar que era uma escolha melhor. Seria mais apaixonada, mais dedicada, mais enigmática. Faria com que ele esquecesse que teve outro amor. [...]"

Assumindo como rainha de Luna até que Selene possa governar, Levana começa a fazer mudanças em Luna fazendo-a prosperar, todos reconhecem que ela é o melhor para seu povo. No entanto, a sombra de Selene está sempre ao seu redor. Ela poderá ser rainha somente por nove anos, e depois disso, uma garota mimada igual a mãe assumira seu lugar e destruírá todo trabalho que ela lutou para realizar. Mas ela não precisa sair, e Selene não precisa viver. Luna é direito de Levana, e ela não medirá esforços para se manter como rainha.







Confesso que ao decorrer da leitura da série Crônicas lunares, várias perguntas sobre Levana rondaram minha mente. Era extremamente necessário que a autora escrevesse Levana para sanar a curiosidade dos fãs. Eu, particularmente queria muito saber como era estar dentro da cabeça dela, e consequentemente, saber o que motivava suas ações. Não bastava somente saber que ela era doida mesmo e que queria destruir tudo, eu precisava comprovar isso de perto, e depois dessa leitura tenho um veredito. Levana é doida mesmo!!!




Desde os 16 anos ela é uma jovem perturbada. Não tem jeito de descrevê-la de outra forma. Levana é extremamente perturbada por suas inseguranças, e, seus instintos deturpados movem suas ações. Evret estava muito bem casado, mas dentro da sua cabeça ela achava que ele a amava mas era honrado demais para largar a esposa e ficar com ela. Fiquei impressionada com o quanto ela acreditava em suas próprias mentiras e as tornavam reais. Outra coisa que me deixou chocada, e que também faz com que algumas coisas sobre ela façam sentido, é que ela não tem sentimentos e não se importa com ninguém. Só com ela mesma e seus interesses. Não importava se Evret estava de luto pela esposa que amou mais que a si mesmo, ela queria ele como esposo. Não importava se ela tivesse que matar a própria sobrinha para se tornar rainha. Não importava se ela jogasse uma bomba biológica na terra que matou metade da população, se para isso ela conseguisse o planeta para si. Tudo que ela faz é calculado e os frutos sempre são para si.




Outra coisa que gostei bastante, e que também sanou uma curiosidade monstra minha, foi a forma como ela ficou desfigurada. Ela tem um flashback da infância e mostra exatamente como Channary a desfigurou e qual o motivo, que diga-se de passagem, é egoísta. Não sabia exatamente o que esperar da mãe de Cinder, mas me surpreendi e fiquei aliviada por ela não ter crescido em Luna. Channary é uma mulher egoísta que só pensa em farra, Cinder fez bem em estar longe do ambiente tóxico que era seu lar.




Aqui também temos um vislumbre de quase todos os personagens crianças ♥. Cinder, Winter, Jacin e Cress aparecem, e temos informações sobre seus passados. Desde pequeno Jacin já cuidava de Winter nos mostrando que a afeição dele sempre existiu. Achei que foi uma grande sacada da autora em introduzi-los na história, deu um quê de familiaridade enquanto lia.




A edição física do livro está maravilhosa. O livro é um conto bem extenso e não possui divisão de capítulos, só uma separação simples de passagens de cenas. A fonte do livro é bem grande e segue o padrão dos outros livros da série. A capa trás muito sobre a personagem, e também foi o complemento perfeito para as outras da estante. A escrita da Marissa permanece maravilhosa, o livro flui com uma facilidade espantosa sendo bem fácil de se ler em um dia.




Enfim, adorei o conto e se o propósito dele era sanar algumas dúvidas, posso dizer que ele foi extremamente bem sucedido. Levana é um livro essencial para todos que leram as Crônicas lunares pois trás explicações que ficaram faltando na série sobre a vilã que atormentou todos por quatro livros seguidos.




11 comentários:

  1. Olá Stéfani, como de costume eu nem sabia da série, e olha que possuem vários livros...
    Gostei da temática dela e ainda mais com seu diagnostico quanto a Levana rsrs.
    A edição está linda e suas fotos deram ainda mais destaque a isso.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Já vi essa série por aí mas nunca parei para ler ela, mas pelo visto me parece ser maravilhosa e acredito que eu amararia afinal eu amo um bom personagem problemático haha, anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiee Stéfani ^^
    Eu morro de curiosidade de ler essa série, mas ainda não conhecia esse livro. Depois de ler "Jovens de elite", da Marie Lu, eu fiquei um pouco fissurada em histórias de vilões...haha' então fiquei ainda mais animada para ler os primeiros livros. Ainda não sabia da existência desse spin-off *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Já li sobre a série antes e já estava doida pra poder realmente ler os livros, agora mais ainda! Eu fiquei feliz em saber que decidiram escrever um livro sobre a vilã pra poder nos mostrar mais sobre sua história, embora seja apenas pra reforçar o quanto ela é louca haha!
    Espero poder ler em breve a série toda!
    Adorei o texto e obrigada pela indicação!
    Beijos,
    As Meninas Que Leem Livros~

    ResponderExcluir
  5. Acho que essa é a capa mais diferente da serie e só pela capa, não identificaria como a sequencia. Adorei as fotos que você compartilhou, a edição está linda.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi. :)
    Não tive a oportunidade de ler essa série, mas não foi por falta de vontade. Amo esse tema e acho as capas lindas. Essa então é divina!
    Li por cima sua resenha, pois quero ler a série completa, mas pelo pouquinho que li ficou ótima. Parabéns.
    As fotos deram todo um brilho a mais a resenha.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  7. Oi, stef, amei a resenha super completa e me deixou até mesmo intrigada para ler a série. Essa rainha é terrível e egoísta, né, e é bacana quando um personagem de quem ouvimos falar tanto ganha seu espaço.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Sou fã incondicional de releituras de contos de fadas e há séculos estou de olho nessa série hehe Único problema para mim é o preço :( Acho um pouco pesado para meu bolso, mas assim que possível vou tentar adquiri-los. Pela resenha não peguei spoiler, e mesmo preservando atenção não consegui identificar a qual vilã ele se refere. Pelas fotos captei alguma coisa, mas não tenho certeza rsrs
    Adorei a resenha! E as fotos estão divinas! Parabéns! Beijão 😘

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Caramba, eu sou doida para ler esse série. A cada resenha de cada volume dela que leio, eu fico com mais curiosidade para conferir sobre a trama e a escrita da autora. Esse volume especificamente me chamo bastante a atenção por contar sobre uma vilã, adoro livros de vilões. Super obrigada pela dica, gostei muito!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  10. Oi Ste!
    Confesso que li sua resenha "pulando" algumas partes, pois estou ainda nos primeiros volumes de Crônicas Lunares.
    Mas gostei de saber que esse livros respondeu algumas dúvidas e era realmente necessário. As vezes esses livros ".5" só servem para vender.
    Espero ler em breve!
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oi, Stef

    Então, não tenho interesse em ler essa série. Acho a proposta dela muito mirabolante e viajante, sabe? Já não gosto de fantasia, mas dou uma chance vez ou outra, porém essa série é fantasiosa demais pro meu gosto, entende? Hahahaha
    Eu geralmente gosto dos vilões e anti-heróis, então acho que se fosse o caso de ler eu curtiria...

    Beijos

    ResponderExcluir