11 julho 2017

[Resenha] Winter - Por Marissa Meyer



Título: Winter
[Crônicas Lunares #4]
Autor (a): Marissa Meyer
Páginas: 688
Editora: Rocco
Skoob || Encontre

Sinopse: Bestseller do The New York Times, a série Crônicas Lunares conquistou os leitores com sua releitura high-tech de contos de fadas tradicionais. Depois de Cinder, Scarlet e Cress, inspirados, respectivamente, nas histórias de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, Marissa Meyer entrega a eles o último capítulo da série, em que reconta a história de Branca de Neve com tintas distópicas. Na trama, a princesa Winter vive subjugada por sua madrasta, Levana, que inveja sua beleza e não aprova os sentimentos da jovem pelo amigo de infância e belo guarda real Jacin. Mas Winter não é tão frágil quanto parece, e, junto com a ciborgue Cinder e seus aliados, a jovem princesa é capaz de ini¬ciar uma revolução e vencer uma guerra que já está em andamento há muito tempo. Será que Cinder, Scarlet, Cress e Winter podem derrotar Levana e encontrar seus finais felizes?


Resenha anterior:
Crônicas lunares #1 - Cinder
Crônicas lunares #2 - Scarlet
Crônicas lunares #3 - Cress

Atenção! A resenha a seguir contém spoilers do livro anterior.

Apôs os acontecimentos finais de Cress, tudo mudou. Scarlet foi levada para Luna e lá vive como um animal de estimação da princesa Winter. Cinder colocou seu plano em prática e sequestrou Kai no dia do casamento real, e assim, finalmente contou toda a verdade sobre ser a princesa Selene e seus diretos sobre Luna. Com seus planos frustrados Levana volta atacar a terra, e em meio ao caos, Kai ajuda Cinder a bolar um plano de ataque para destronar a rainha tirana. Cinder deveria levar sua revolução até Luna e mostrar ao povo que á esperança.

"Seu grande plano de revolução e mudança tinha acabado de começar e ela já se sentia um fracasso."
Capítulo 02

Winter é princesa de Luna vivendo a sombra da madrasta. A jovem á muito tempo parou de usar seu dom lunar pois não admite que pessoas sejam controladas. Decisão qual tem que conviver diariamente visto que ao suprimir o dom,  começa a perder a sanidade tendo visões e instabilidade psicológica. Todos sabem que Winter é desestabilizada, mas também todos a amam e admiram sua beleza natural sem glamour, fato qual deixa Levana com inveja. Winter não precisa de nada para ter o amor do povo enquanto ela precisa de suas falsas promessas para mantê-los sob sua tirania.

"Os olhos de Winter brilharam. Havia horas em que Scarlet sentia que tinha endurecido o coração diante da beleza impecável da garota, com cabelos densos e pele marrom calorosa, os olhos dourados e lábios rosados. Mas então a princesa dava um olhar daqueles e o coração de Scarlet pulava, e ela mais uma vez se perguntava como era possível isso não ser glamour."
Capítulo 05

Jacin sempre foi o protetor da princesa e também secretamente o amor do sua vida. Ainda na terra, ele traí a tripulação da Rampion para voltar a Luna e manter Winter a salvo. O que Jacin não esperava era que ao chegar Levana teria uma missão especial para ele. Com a eminente ameaça ao seu trono, a rainha vê em Winter mais uma ameaça, e num ato desesperado, manda matá-la. Vendo sua amada sendo posta ao perigo Jacin toma a decisão de enganar a rainha. Ele finge a morte de Winter enquanto liberta Scarlet, manda-a que ela proteja Winter e a leve a até Cinder.

" - Talvez o interesse deles tenha a ver com a alegação de Linh Cinder de que ela é a princesa perdida Selene."
Capítulo 15

Kai mais uma vez está a beira de um casamento com Levana. Dessa vez as coisas são diferentes pois estão em Luna e Cinder está prestes a estourar uma revolução para salvar os dois planetas. Esperança é o que o move, e somente lhe resta confiar em sua amada. Grandes reviravoltas acontecem, Cinder, Scarlet, Cress e Winter são provadas e suas emoções levadas ao extremo enquanto o cerco se fecha com eminentes ameaças e uma guerra civil.






Nunca pensei que iria gostar tando da quadrologia criada por Marissa Meyer. Comecei o primeiro livro sem muitas expectativas, e quando dei por mim, estava amando cada um dos personagens e torcendo por uma princesa perdida. Finais tende a ser muito bons, ou muito ruins, e esse era justamente meu medo em relação a série, mas As crônicas lunares começou e terminou da mesma maneira: espetacular. Não tem outro adjetivo que posso chegar a altura dessa série. Winter foi o encerramento perfeito para uma serie perfeita. A autora transformou uma simples recontagem de contos de fadas numa estória grandiosa e única sobre revolução, opressão de um povo regido sob ditadura, esperança, recomeços e coragem. As princesas delicadas que sempre precisaram de um príncipe para salvá-las, foram substituídas por guerreiras que lutam com unhas e dentes por seus ideais.


Winter foi meu livro favorito simplesmente por unir os oitos personagens principais de forma que cada um teve seu espaço e destinos traçados. O cenário mudou, agora estamos em Luna e temos um panorama maior do lar dos temíveis lunares, que aliás, não são tão temíveis assim.  O povo de Luna é oprimido e escravizado até a exaustão. Seus filhos são tirados cedo de casa para servirem como soldados manipulados, ou transformados em experiências, assim como foi com Lobo. Cinder vendo a forma como o povo vive, retem sobre si uma motivação ainda mais forte. O interessante é que Cinder acredita na liberdade e igualdade de Luna. Ela luta para libertá-los do regime opressor de Levana, mas não deseja ser uma rainha , o que já se torna um parâmetro de diferença enorme em relação a Kai. Ele é um imperador e deseja salvar seu povo também, mas é extremamente consciente que suas ações são para o bem de seu povo.

Todo o clima que foi construída desde o primeiro livro em torno de destronar Levana vemos de fato acontecer aqui. São planos, estrategias, intrigas, lutas, vidas perdidas e muitas reviravoltas. O enredo é carregado de tensão, o perigo pode está a um virar de página e aparece quando menos esperamos. Os personagens se arriscam a todo momento e cada um tem um papel extremamente importante para o desencadear dos acontecimentos.


Scarlet sempre foi minha personagem favorita e aqui ela elevou-se de patamar. Ela foi levada para Luna, e lá, Winter intercede por ela e Scarlet passa a viver literalmente como um animal. Dentro de uma jaula num zoológico para exibição dos aristocratas. Winter cuida e trata da jovem (do seu jeito meio torto é claro) e aos poucos vemos uma Scarlet que está a ponto de arrancar a cabeça da princesa se transformar numa amiga leal que daria a vida por ela. Elas constroem uma relação de amizade maravilhosa que excede tudo que acontece ao redor. Cress e Thorne foram minha decepção no livro anterior, eu estava esperando um romance como aconteceu nos dois primeiros volumes, mas isso não acontece, porém toda a relação que foi deixada "esquentando" desenrola aqui, e valeu muito a pena a espera ♥. Thorne toma um ar mais altruísta e se envolve de verdade na revolução, enquanto Cress saí de sua zona de conforto e se torna empoderadora.

Jacin foi o personagem que mais me surpreendeu. Não esperei muita coisa dele, e confesso que não gostei dele desde o primeiro momento. Ele sempre foi carrancudo e faltava algo para fazer com que ele parece tão real e especial quanto os outros. Ver toda a devoção e carinho que demonstra com Winter respondeu a várias peguntas que eu tinha. Conhecemos suas motivações e foi impossível não se afeiçoar á ele. Já Winter foi a uma grande surpresa. Não sabia muito o que esperar da princesa que sempre foi descrita como estonteante e louca na mesma proporção. Ela é sem sombra de dúvidas umas das personagens mais especiais que já vi nos livros.


Winter tem uma alma boa e sensível. Ela é doce e não precisa de muito para conquistar as pessoas (e também o leitor). Seus momentos de devaneios são hilários. Num momento ela está falando sério e no outro está falando coisas desconexas mas extremamente engraçadas. Num desses momentos eu estava indo pra casa de ônibus e não pude me conter, comecei a rir descontroladamente. É algo tão aleatório que não sabemos quando vai acontecer, mas quem controla a loucura não é mesmo? E por falar na instabilidade dela, devo dizer que achei fantástica a forma como a autora abordou e mostrou para nós a loucura da personagem. Outro ponto a se dar a autora é o fato de Winter ser a mais bela de todas. Quem a olha acha que é glamour tamanha sua beleza, e adivinhem só, ela é negra. Nada de uma princesa de pele branquinha como a neve e cabelos negros. Winter tem pele escura, lábios vermelhos e cabelos cheios. Marissa foi ousada e merece aplausos pela quebra de um tabu sobre a estória de contos de fadas.

Cada um dos livros dessa série trás elementos que lembram os contos originais como o sapatinho da Cinderela, o Lobo mal da Chapeuzinho, as tranças da Rapunzel, e em Winter não foi diferente. Temos a "maça" envenenada, a bruxa fantasiada de velinha, o caixão de vidro todo enfeitado de flores e o salvamento pelo príncipe encantado. Essas referencias nos trás um ar de familiaridade com a estória original, mas é inserida de forma coerente sem quebrar a própria originalidade da série.


Com muitas emoções e algumas unhas roídas de ansiedade chegamos á um final que considerei perfeito. Não mudaria nenhum aspecto e não consigo achar um único ponto negativo sequer. A escrita da Marissa é maravilhosa e envolve até a última palavra, e confesso que agora sinto um vazio por ter que me despedir dos personagens que tanto amo. Meu consolo é saber que tem um livro extra de contos sobre os personagens e seus passados. Imagina minha ansiedade pra conferir ♥.

A edição física continua maravilhosa. Dessa vez o exemplar está imenso com quase 700 páginas, porém a folha usada tem uma gramatura menor deixando o exemplar leve e de fácil manuseio. A capa, assim como as outras, foi mantida em sua versão original e é o complemente perfeito  que faltava. As letras continuam na mesma fonte dos volumes anteriores, e o exemplar trás folhas amareladas e orelhas.


Winter é o encerramento perfeito para uma série perfeita. A série deixou a muito tempo de ser uma simples recontagem de contos de fadas e passou a ser original de uma forma espetacular. Recomendo e olhos fechados todos os livros, e digo que vale a pena sim ler cada um deles. Marissa Meyer se tornou uma das minhas autoras favoritas, é sensacional a forma como ela interligou todas as estórias sem fazê-las perderem suas essências. Só posso dizer uma única coisa. Leiam ♥.




8 comentários:

  1. Ola
    Essa série virou uma das minhas queridinhas, e até amei o último livro que li, da Levana, vale muito a pena fazer a leitura. Adorei poder conferir as suas impressões, especialmente por conta da identificação de opiniões. Apaixonada por todas as capas, incluindo esta. É espetacular né?!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bom?

    Quero muito ler essa série, além de falar de ter conto de fadas coisa que eu amo, é distopias e eu sou a louca das distopias hahaha. Fico feliz em saber que a autora terminou bem a série porque muitos livros decaem muito nas continuações não é mesmo?

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas espero fazer em breve.
    Eu já li os três primeiros livros e gostei muito da história. A narrativa da autora é daquelas que vicia do começo ao fim, que quando começa, não consegue mais parar.
    É uma leitura que vale muito a pena.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Olá, Stéfani!
    Tudo bem?

    Eu estou na dúvida se já vi esse livro antes, a autora eu conheço. Eu ainda não li o livro, acho interessante contos, ainda mais de fadas. O livro por ser uma distopia, aumentou ainda mais o meu interesse em ler, parece ser uma leitura que envolve, o único problema é que se trata de uma série. Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu sou doida para ler essa série, os dois primeiros livros já estão na minha lista de desejos e eu adoro ver com os leitores dessa história só amam cada vez mais os personagens. É bom saber que mesmo que seja uma releitura bem diferente dos contos, a autora trás elementos que lembram os contos originais, isso que me desperta ainda mais a vontade de conhecer os livros! Eu acho as capas maravilhosas, principalmente por causa dos padrões delas!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  6. Olá Stéfani,
    Já li muitos elogios para essa quadrilogia, mas não comecei a leitura ainda apesar de querer. Fiquei muito contente por você ter curtido as leituras e por esse volume ter te agradado tanto assim. É muito bacana ver que a autora mesclou tudo assim.
    Vou anotar a dica e espero ler em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu preciso muitooooooooo ler esse livro, na verdade, a série inteira. Falam tanto sobre ela que me deixam hiper curiosa, e se diz que a série é perfeita, então mal posso esperar para começar! A edição física realmente é maravilhosa pelo o que eu vejo nas fotos. Enfim, adorei a sua dica e a sua resenha ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Stéfani

    Eu li a resenha porque não tenho interesse na série. Acho a trama muito mirabolante com essa pegada de robô ou seja lá o que for.
    Que bom que achou o final muito bom, é ótimo quando uma série se encerra com chave de ouro. Fiquei aqui com dó da personagem na jaula! Rsss

    Beijos

    ResponderExcluir